NipBr chega ao Litoral Norte de São Paulo.

A área de cobertura da NipBr, que vai de Santa Isabel até Cruzeiro, está ainda mais abrangente. Agora, a empresa está presente também no Litoral Norte de São Paulo, que passará a contar com uma infraestrutura própria atendendo aos clientes através de acesso digital.
A primeira etapa da implementação contempla a cidade de Caraguatatuba, e a segunda, que terá início a partir do segundo semestre de 2013, incluirá os municípios de Ilhabela e São Sebastião.
Para atender aos novos clientes em potencial, a NipBr contará com uma equipe dedicada exclusivamente para a instalação e manutenção das demandas originadas nesta região.
logo-gaac

NIPBR abraça o Hospita do GACC

A NIPBR fechou uma parceria em apoio ao GACC de São José dos Campos, no qual passa a oferecer um link dedicado de internet de alta velocidade, sem custo ao Hospital do GACC. 
Segundo o diretor da NIPBR, Marcelo Pinheiro, o objetivo é oferecer um serviço de banda larga ao GACC, que permita ao hospital utilizar suas ferramentas de administração de forma mais eficiente.
A parceria foi firmada oficialmente em setembro junto à presidente do GACC de São José dos Campos, Rosemary Sanz.
  • Sobre a NipBR

A NipBr possui o objetivo de oferecer ao mercado corporativo meios de comunicação mais ágeis, seguros e eficientes, com soluções integradas, a fim de aproximar as distâncias entre empresas e clientes, bem como entre suas sedes e filiais.

Sua área de abrangência estende-se de Guararema a Guaratinguetá, passando por Santa Isabel. Com uma moderna rede, opera de forma digital através de interconexões ópticas e de micro-ondas. Interligando as principais cidades do Vale do Paraíba e entroncando-se com os principais backbones nacionais e internacionais, proporciona velocidade de conexão, confiabilidade, alta disponibilidade e segurança a seus clientes, além de atendimento pessoal e personalizado.

A empresa oferece a segurança e a garantia de executar serviços regulamentados pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), visto que detém a outorga concedida pelo órgão para atuar em âmbito nacional. Possui ainda técnicos capacitados para atender às demandas do mercado, que, além de receberem treinamentos de qualificação, estão em acordo com a NR-10 – Norma Regulamentadora de Segurança em Instalações e Serviços em Eletricidade.

A NipBr vem ampliando seu mercado de atuação e tornando-se referencial de excelência em seu segmento. Para os próximos anos, prevê um projeto de expansão da sua área de cobertura. Para que isto aconteça, a perspectiva é pelo menos dobrar o quadro técnico existe hoje, bem como ampliar a infraestrutura atual para o atendimento.

CONHEÇA MELHOR

SAC SAC

Comprometida com a qualidade e rapidez no atendimento, conta com uma equipe de profissionais capacitados para orientar seus clientes e atender suas necessidades a qualquer hora, todos os dias do ano.

PTT - Vale do Paraíba PTT – Vale do Paraíba
O PTT Vale do Paraíba está alocado dentro da NipBr. Projeto criado pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGIBr), promove e cria  o Ponto de Troca de Tráfego (PTT), infraestrutura necessária para a interconexão direta entre as redes que compõem a Internet brasileira, chamadas “Autonomous Systems” (AS).
IPV6 IPV6
A NipBr utiliza o IPv6 desde 2010, sendo a terceira operadora no Brasil a implantar essa evolução em sua rede. A versão mais atual de endereço IP, o IPv6 (Internet Protocol version 6) passou a ser implantado para suportar o crescimento da rede, que resultou no quase total esgotamento do protocolo original, o IPv4.

AS - Autonomous System AS – Autonomous System
A empresa detentora de AS, como a NipBr, possui uma faixa de IP própria, não dependendo dos IP’s das operadoras em que está conectada. Este recurso é muito importante no momento de troca de operadora, pois os servidores WEB não necessitam de alterações de IP, garantindo total estabilidade à estrutura de servidores no momento de mudança de link.
Conectividade IP Conectividade IP
A NipBr possui interconexão de dados e voz com as principais operadoras nacionais e internacionais, além da troca direta de tráfego com algumas das principais entidades, empresas e institutos de pesquisa e ensino do país. Desta forma, esta conectividade proporciona maior velocidade e redundância de acesso na rede.